Seal Telecom conquista 1° lugar em premiação internacional pelo projeto de audiovisual do SESI – Museu Digital de Campina Grande

Com o objetivo de retratar, de modo interativo,  a história de Campina Grande – considerada um dos principais polos industriais da região Nordeste do Brasil e principal centro tecnológico da América Latina – o Conselho Nacional do SESI detectou a necessidade da implementação de diversas linguagens e experiências sensoriais inovadoras para a construção de seu primeiro Museu Digital no país.

Para isso, a instituição contou com o apoio da Seal Telecom – multinacional brasileira de engenharia de projetos que agrega tecnologias inovadoras para o desenvolvimento de projetos eficientes e economicamente competitivos – a qual foi responsável pela produção de ambientes tecnológicos presentes no museu.

Como resultado do trabalho realizado, a Seal Telecom conquistou o primeiro lugar no concurso AVI Latino “Integrador do Ano com o Melhor Projeto de Áudio e Vídeo da América Latina 2018”, promovido pela AVI LATINOAMÉRICA, a entrega do prêmio foi realizada durante a feira TecnoMultimedia InfoComm – México, sendo premiada pelo melhor projeto de instalação de sistema de audiovisual.

“Estamos muito felizes com essa conquista. É uma honra termos um reconhecimento desse porte em um projeto que é tão significativo para a cultura do nosso país”, afirma Alexandre Novakoski, Vice-Presidente de Desenvolvimento de Mercados da Seal Telecom.

O executivo explica que a partir das necessidades e escopo solicitado pelo SESI, a Seal Telecom analisou e definiu as  soluções ideais, levando em consideração o que há de mais tecnológico no mercado, para que o resultado final fosse realmente surpreendente. “Assim, nós tínhamos a missão de não apenas auxiliar na construção de um importante projeto para a cidade, como também havia o propósito de ser uma relevante ferramenta para alavancar a educação no estado da Paraíba. Desse modo, desenvolvemos um ambiente onde a todo instante o visitante é estimulado, de maneiras diferentes, a fixar e testar os seus conhecimentos sobre os principais acontecimentos da história do município”, revela.

Por dentro do projeto

Para o desenvolvimento do projeto, a Seal Telecom utilizou um sistema de videowall com gerenciamento de imagens para dar início à viagem pela a história de Campina Grande, onde passaram a ser exibidos vídeos com retrato dos tropeiros – importantes figuras para a história da cidade. A seguir, a fim de ressaltar informações sobre os principais pontos turísticos, foi instalado, em uma sala de projeção panorâmica, telas de projeção laser, as quais exibem imagens em alta resolução. Seguindo o percurso, o visitante é estimulado a conhecer as principais características regionais, de modo que um contorno do mapa do município é exibido no chão e, por meio de uma tecnologia de sensores e movimentos, a cada ponto selecionado no mapa digital, uma tela mostra instantaneamente curiosidades sobre os locais. Para aumentar a ideia das pessoas realmente estarem vivenciando determinadas ocasiões, também foi implementado um sistema de projeção de curta distância e tracking virtual.

Com o objetivo de enfatizar a importância da educação e facilitar a aprendizagem de crianças de todas as idades,  um ambiente com jogos interativos foi planejado, no qual uma tela touchscreen com sonorização realizada por meio de cúpulas de áudio direcional, disponibiliza diversos jogos educativos. Ressaltando as experiências sensoriais, foi produzido um ambiente de realidade virtual360º, composto por um sistema VR, para promover uma real imersão nas grandes atrações da região. E a fim de atrair ainda mais a atenção dos visitantes, um Karaoke com uma tela touchscreen e software interativo passou a permitir que as pessoas testem suas habilidades vocais cantando melodias que marcaram história por meio de famosos cantores e compositores.

Para homenagear aqueles que não são naturais de Campina Grande, mas representaram importantes fases da cidade, como o presidente da Fiep, Francisco de Assis Benevides Gadelha e o restaurador, Flávio Capitulino, foi desenvolvido o “Campina Acolhedora”, ambiente em que os usuários podem selecionar conteúdos sobre essas personalidades por meio de uma interface touchscreen com sonorização realizada em uma cúpula de áudio direcional. Para finalizar, o “espaço selfie”, garante um registro da sua experiência no museu. Com um sistema de câmeras profissionais, os visitantes podem receber suas imagens instantaneamente por e-mail, devido a utilização de softwares customizados.

“Ficamos muito felizes com as soluções implementadas pela Seal Telecom. O projeto era muito importante para o Sesi Paraíba já que tinha a missão de ressaltar a história de uma cidade tão exuberante como Campina Grande e o resultado foi surpreendente. Hoje, o museu já auxilia a melhorar o nível da educação do estado e também é referência no país uma vez que utiliza uma tecnologia pioneira nesse segmento e promove experiências sensoriais incríveis”, o Sesi Paraíba muito se orgulha de ter um projeto tão inovador e de tanta relevância em âmbito nacional.” revela a Gerente executiva de Cultura, Marketing e Mercado, Katarina Leite.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s