Blackmagic Design Apresenta os Novos Blackmagic Camera Fiber Converter e Blackmagic Studio Fiber Converter

A Blackmagic Design anunciou hoje o Blackmagic Camera Fiber Converter e o Blackmagic Studio Fiber Converter, modelos completamente novos, que convertem conexões padrão da indústria televisiva para vídeos, áudios, alimentação, intercomunicação, sinalização e muito mais através de um cabo híbrido de fibra óptica e energia no padrão SMPTE. Isto permite que as câmeras sejam posicionadas a até 2 km de distância de um estúdio ou uma unidade móvel de transmissão usando um único cabo. O Blackmagic Camera Fiber Converter e o Blackmagic Studio Fiber Converter estão disponíveis por US$2,995 cada. Ambos os conversores já podem ser adquiridos através de revendedores da Blackmagic Design no mundo todo.

Seja em um estúdio ou em um centro esportivo grande, os clientes que trabalham com produções ao vivo frequentemente precisam posicionar suas câmeras tanto longe quanto perto da ação. As conexões SDI são corriqueiras, mas possuem um alcance limitado. Além disso, é difícil encontrar energia em locações como casas de espetáculo e estádios enormes. A operação de múltiplos cabos para energia, intercomunicação, sinalização, alimentação de vídeo e áudio geralmente exige interfaces e extensores caros. Ou seja, toda essa montagem é extremamente complexa e acaba aumentando as chances de erros técnicos.

O Blackmagic Camera Fiber Converter e o Blackmagic Studio Fiber Converter solucionam esse problema, convertendo todas as conexões importantes e a alimentação completa da câmera através de um cabo híbrido de fibra óptica e energia SMPTE prático capaz de operar em longas extensões de até 2 km de distância. Isto significa que as câmeras podem ser posicionadas em qualquer lugar e conectadas a unidades móveis de transmissão no estacionamento de instalações ou a salas de controle central de um estúdio.

Os novos Blackmagic Camera Fiber Converter e Blackmagic Studio Fiber Converter transformam as suas câmeras URSA Broadcast e URSA Mini em soluções completas para estúdio. Um conversor fica localizado na câmera e o outro fica bem distante no estúdio ou na unidade móvel de transmissão. É a solução perfeita para noticiários, programas de bate-papo, competições, sitcoms multicâmera e até grandes eventos esportivos ao ar livre. E o melhor de tudo, custa muito menos que outras soluções de câmera broadcast. Assim, produtores digitais, profissionais do ramo AV, locais de culto e educadores podem agora ter acesso à mesma tecnologia broadcast de ponta que os teledifusores profissionais usam.

O cabo usado entre a câmera e os Studio Converters é um cabo híbrido de fibra óptica e energia que segue o padrão SMPTE 311M com um conector no padrão SMPTE 304 em cada extremidade. O cabo inclui um par de fibras, dados e energia, todos de 2 vias, com um membro de força central que fornece a proteção necessária para uso contínuo.

O Blackmagic Studio Fiber Converter fornece 200 volts de energia, que é o padrão na indústria televisiva, para o Camera Converter tanto para a câmera quanto seus acessórios. Os conversores de cada extremidade possuem microcontroladores dedicados que monitoram a alimentação constantemente e desligam a câmera instantaneamente caso seja detectada fuga de energia. As altas voltagens no cabo SMPTE não são habilitadas até que os conversores se certifiquem de que todas as verificações de segurança foram feitas. Ou seja, o Blackmagic Studio Fiber Converter e o Blackmagic Camera Fiber Converter são complacentes com os padrões SMPTE para fibra óptica, tornando suas operações inacreditavelmente estáveis. Na extremidade da câmera, a tensão da alimentação é reduzida e disponibilizada para câmeras e acessórios através de conexões padrão de 12 volts.

O Blackmagic Camera Fiber Converter pode ser encaixado na traseira da URSA Mini e URSA Broadcast e converte todas as conexões de áudio e vídeo, além do controle de câmera, PTZ, intercomunicação e alimentação, no cabo híbrido de fibra óptica e energia no padrão SMPTE.

Como as câmeras de estúdio são operadas a partir da posição traseira, o Camera Fiber Converter também adiciona controles padrão de câmera de estúdio à traseira da câmera. Os usuários obtêm controle para alimentações de retorno, controles duplos de intercomunicação com capacidade para mixagem do áudio de programa, gravação, controles de foco e íris, conectores de headset, áudio e muito mais. O Camera Converter oferece, inclusive, uma placa de montagem V na parte superior para o encaixe de acessórios como o Blackmagic Studio Viewfinder profissional.

O Blackmagic Studio Fiber Converter, que fica posicionado na outra extremidade da cadeia de câmeras, no estúdio ou na unidade móvel de transmissão, converte todos os sinais da parte traseira da câmera em conexões padrão da indústria televisiva para que possam, então, ser conectadas a unidades de controle de câmera, switchers de produção ao vivo, mixers de áudio, entre outros. Ambos os conversores incluem controles broadcast usuais, desenvolvidos para funcionarem exatamente da maneira como os operadores de câmera mais experientes esperam.

Os conversores fornecem conexões padrão da indústria televisiva, incluindo o 12G-SDI de última geração, para você trabalhar com todos os formatos HD e Ultra HD de até 2160p60. Os clientes obtêm uma alimentação de câmera Ultra HD, 3 alimentações de retorno HD independentes, controle remoto de câmera completo, PTZ e Ethernet. Para intercomunicação, os conversores oferecem dois canais duplos com conexões XLR de 5 pinos para headsets de intercomunicação profissional. Além disso, há um intercomunicador redundante reserva que pode ser usado para configuração ou manutenção se a conexão de fibra óptica cair. O Camera Converter também inclui uma conexão de 10 pinos para o rastreador de intercomunicação, a qual fornece uma alimentação de intercomunicação adicional para operadores de grua quando ambos os headsets já estiverem em uso, e uma saída de intercomunicação.

A comunicação entre os dois conversores é feita através do padrão Ethernet 10G. Isto significa que todas as alimentações de vídeo e retorno são baseadas em IP. Os conversores usam codificação e decodificação de vídeo de 10 bits de qualidade broadcast de alto nível, sem perdas. Todas as outras conexões, como intercomunicação, sinalização, controle de câmera e de lente, também são convertidas em IP. Ambos os modelos foram desenvolvidos para ser super-rápidos e ter latência de subquadros extremamente baixa, fornecendo o incrível desempenho em tempo real que os clientes precisam em produções ao vivo.

O Blackmagic Camera Fiber Converter possui um design com acabamento em metal extremamente resistente combinando perfeitamente com a URSA Broadcast. Ele oferece conexões de tamanho grande seguindo o padrão da indústria televisiva com capa antipoeira para protegê-las e um encaixe V-Lock integrado na parte superior para fixar um Blackmagic Studio Viewfinder. O Blackmagic Studio Fiber Converter conta com um design encaixável em rack com painel frontal incluindo uma tela LCD de 5 polegadas e um conector de fibra óptica, assim os clientes podem conectar câmeras remotamente com facilidade e acompanhar a alimentação instantaneamente.

Para deixar a solução de produção ao vivo completa, a Blackmagic Design também anunciou hoje um novo ATEM Camera Control Panel, uma unidade compacta de controle remoto de câmera desenvolvida para controlar até quatro câmeras URSA Broadcast, URSA Mini, Blackmagic Studio ou Blackmagic Micro Studio diferentes. O ATEM Camera Control Panel funciona com qualquer switcher de produção ao vivo ATEM e inclui uma tela LCD grande, joystick profissional e botões de controle que permitem que um único operador monitore e ajuste uma ampla variedade de parâmetros técnicos, como nível de preto, ganho, balanço de cor, velocidade do obturador e etc. Isto deixa os operadores de câmera livres para focar nos aspectos criativos da produção ao vivo, como o enquadramento e a composição. O ATEM Camera Control Panel estará disponível ainda este ano.

“Os novos Blackmagic Camera Fiber Converter e Blackmagic Studio Fiber Converter permitem que os clientes finalmente criem uma cadeia de câmera broadcast profissional completa e acessível”, disse Grant Petty, diretor executivo da Blackmagic Design. “É muito animador porque os novos conversores, com a URSA Broadcast e o futuro ATEM Camera Control Panel, tornam o uso de mais câmeras acessível como nunca para os teledifusores profissionais. Isto também significa que produtores digitais, educadores, empresas do ramo AV, enfim todos que queiram criar programas de alta qualidade possam agora adquirir a mesma tecnologia profissional que os teledifusores de alto nível têm usado durante anos!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s